quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Agora no Twitter!


Resisti muito em entrar no Twitter, mas é o mais adequado para algumas notícias. Mesmo tendo o grupo e o Perfil (Muro) do Facebook, não tinha onde postar notícias menores. Cada mídia tem um perfil e o Twitter é mais adequando para sequencias de notícias, com atualização mais rápida (bem mais rápida).

Siga o Motofronteira no Twitter: https://twitter.com/motofronteira


domingo, 22 de dezembro de 2013

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Janta de fim de ano Motociclistas da Fronteira

Os Motociclistas da Fronteira convidam a todos!

CONFIRME presença pelo 55 9129 3616.

21/dez, 21h, na Churrascaria Italiana.
Janta a R$ 21 p/pessoa. Crianças até 7 anos não pagam. Até 10 anos, metade. Bebidas a parte.


domingo, 15 de dezembro de 2013

Revellion dos Herdeiros do Asfalto

Galera boa,
Receberam os amigos e mostraram que é bom se estar juntos. Eu, particularmente, gostei de ficar com a turma em conversas até tarde!
Destaque para o aniversário da Natália, filha do "Cavalo" (Leo Campos)... ela recebeu seus primeiros capacete e colete, e vai abrilhantar nossas viagens de agora em diante!

Veja as fotos:


domingo, 8 de dezembro de 2013

Bagé, Moto Encontro e Moto Abraço

Fala aí galera!

Aqui estou novamente, agora no último evento do ano para mim... foi um ritmo e tanto nos últimos meses com viagens de trabalho, viagem longa e moto encontros.

Saímos de Livramento (eu e um novo colega de viagem) e no caminho já encontramos com outros em Dom Pedrito (única parada até Bagé). A movimentação na estrada estava boa e com calma mas em seguida (é perto, 165 Km) já estávamos na recepção do evento em Bagé.

Depois passamos na praça (local do evento), onde nos separamos e fio tirar minhas fotos da galera que ali passava e se cadastrava ou comprava janta e camisetas (remeras). Como sempre os confirmados costumam estar presentes e a galera é muito parceira!

Irmandade Sem Fronteiras/Hermandad Sin Fronteras (ISF/HSF)

Desta vez tinha um evento a mais rolando junto (além dos Triciclos), que foi o "1º Moto Abraço da Irmandade Sem Fronteiras no Brasil", no estilo dos Abracando o Uruguay e Abraçando a Argentina que já fizemos em 2012 e 2013, agora era a vez do Brasil receber los hermanos... e foi exatamente assim, pois nos preparamos (principalmente o Silvério, incansável anfitrião em Bagé) que organizou as coisas, quem pode fez depósito adiantado para ajudar nas despesas prévias, recebeu gente em viagem (em Artigas, argentinos vindos por 2 caminhos que alí se uniram e foram recebidos), preparação de troféus para os inscritos (há semanas tratávamos dessas coisas) e tudo o mais que fosse necessário.

Os hermanos uruguayos já são de casa e ficam a vontade entre nós a tempos, mas gora estamos cada vez mais ligados com los hermanos argentinos, de várias localidades, que foram se juntando para chegar em Bagé cada vez mais juntos, gente que saiu de suas rotinas e se programou para ir longe e cada vez mais irmanados. GRACIAS POR VENIR HERMANOS!!!

Foi ótimo o sábado, mas no domingo tem a volta... que foi cedinho, acordei as 4:30 da manhã (horário de verão, para os argentinos era 3:30) e aproximadamente às 6 horas estávamos na estrada, e antes do nascer do sol. Eram 2 grupos e nos perdemos na saída, só nos encontramos mesmo quase chegando em Livramento, no Posto 35 (do trevo, a 30 Km de chegar). O grupo que chegou depois teve uma "correia" (corrente/cadena) rebentada (rompida) e teve que parar 15 Km depois de Dom Pedrito para arrumar... temos que tirar o chapéu para esse pessoal que anda com motos simples e sabe conserta-las no meio da estrada!
Depois de nos reencontrarmos, os levei para tirar umas fotos nas bandeiras contra do Parque Internacional em Livramento/Rivera, onde praticamente paramos o transito no local e em seguida os levei para a outra saída de Livramento (que sai direto na 293, para Quaraí), onde seguiram viagem!

Veja as fotos:


Fotos de outros:
Daniel da HSF Argentina
Cassola

domingo, 1 de dezembro de 2013

Atualização...

Na postagem http://motofronteira.blogspot.com/2013/11/reflexao-rumo-valparaiso-chile-passando.html

Adicionei um link para outra postagem, noutro blog meu: http://sandrocustodio.blogspot.com/2013/12/intuicao.html

Esta última é um a parte do a parte, falando sobre intuição (para uns espiritual, para outros psicológica). Particularmente, acredito nas duas faces dessa "moeda".

sábado, 30 de novembro de 2013

Rosário do Sul

Não podia deixar de ir no evento dos amigos do Roda Livre e, mesmo cansado desta semana, fiz questão de fazer um bate-e-volta. Deixo algumas poucas fotos dos parceiros que encontrei por lá, principalmente no camping, onde a maioria dos estradeiros se encontra e sempre fazemos uma grande confraternização.

Veja as fotos:


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Piratini RS - 1º Aniver do Marcel

Foi muito esperada esta festa! A galera daqui de Livramento/Rivera esperava o momento e realmente fomos em quase 20 pessoas (perdi a conta no 18) e foi "a festa", dum tamanho ótimo (pequeno pero no mucho), só com moteros/estradeiros que viajam mesmo e gostam destes encontros pequenos e ótimos, como este do amigo Marcel. Grande abraço a todos e muito obrigado pela ótima recepção!

Veja as fotos:


quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Reflexão: Rumo a Valparaíso (Chile) passando pela Cordilheira dos Andes

(nesta postagem há: Texto, links das outras postagens, fotos, e um vídeo -este é novo-)
(editada novamente em 1º/12/2013, na parte sobre intuição)

Bom, muitos acompanharam minha voltinha a caminho de Valparaíso e Viña del Mar (Chile)... onde os motivos mais básicos da viagem foram:
1 - Conhecer a Cordilheira dos Andes;
2 - Conhecer o Oceano Pacífico;
3 - Conhecer a mim mesmo andando sozinho por vários dias e num caminho desconhecido!

Ao longo do tempo fui ajustando os detalhes da viagem e nos últimos dias antes da saída se desenhou o perfil... sem pressa na metade do tempo, pouco passeio turístico nas cidades, vários contatos no caminho, passar em moto encontros, curtir os destinos e o caminho.

1ª etapa (1ª da ida), moto encontro de Paysandú: Aproveitar os amigos, em especial da Hermandad Sin Fronteras (HSF), e conversar com essa gente tão especial do nosso mundo motociclístico, sinceros, amigos e muito, mas muito receptivos!

2ª etapa (2ª da ida), conhecer o Javier Ortiz: O amigo é consejero da HSF por Santa Fé (província) e vive na cidade de Galvez. Ele e SUA TURMA são muito especiais e parceiros de verdade... muito obrigado (gracias) pela recepção tão calorosa! (e pelos alfajores da Cecília...)

3ª etapa (3ª da ida), chegar perto do primeiro destino, Mendoza e a Cordilhiera dos Andes: Pois consegui chegar a La Paz num dia e no outro estava passeando por Mendoza e já pernoitei em Uspallata, a 2000 m de altitude.

4ª etapa (1ª do destino), passar pela 1ª vez a Cordilheira dos Andes: Com toda a calma, aproveitando o máximo, deixando os outros ultrapassarem, apenas com o quesito de tentar chegar em Valparaíso, se possível. Acabei pernoitando em Viña del Mar. A passada pela cordilheira é impressionante, pela baleza, pela novidade nesse dia, pelos pontos turísticos, pela falta de ar, pelo Passo de Frontera, mas principalmente pela magia do lugar, que é indescritível e mágico... E eu diria, inclusive, espiritual!!!

A PARTE: A viagem foi toda, para mim, um exercício permanente da minha INTUIÇÃO! Isso mesmo, treinei muito minha intuição, por andar sozinho e em lugares até então desconhecidos. Mas, creio eu (e isto é muito pessoal para cada um de nós), que era minha missão naquele momento evoluir mais um degrau espiritual, sim foi uma viagem espiritual antes de mais nada. Talvez seja mais adequado chamar esta viagem de peregrinação, devido ao caráter espiritual e intuitivo. #ficaadica: OUÇA SUA INTUIÇÃO!!!

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Em 1ª/12/2013: AOS CÉTICOS (e a todos)... vejam postagem no meu blog pessoal (vale a pena):
http://sandrocustodio.blogspot.com/2013/12/intuicao.html
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

5ª etapa (2ª do destino), Viña del Mar e Valpasaíso: Viña del Mar é cidade gêminada com Valpasaíso. Elas parecem a mesma num primeiro momento, mas só na primeira impressão, pois são cidades peculiares, ambas. Viña del Mar é mais civilizada e produtora de ótimos vinhos. Já Valparaíso sempre foi baseada no Porto Marítimo e, detalhe, abriga o Congresso do país (para quem não sabe, como eu não sabia, ele não fica em Santiago). Para mim em especial, Valparaíso era um dos pontos onde passaram Fuser (o Chê jovem) e Alberto em Diário de Motocicleta, portanto, meu destino Motociclistico. E, de fato, cheguei perto do porto, andei nas ruelas que sobem e descem o morro mais ocidental da cidade, ví os ascensores (elevadores a 45º de inclinação), as cores, as pessoas, a ruelas das ruelas, chegando ao ponto de encontrar o fim de uma delas e ter que voltar "de ré" (deixando a moto descer de costas) até o ponto em que pudesse fazer o retorno minimamente normal, tive medo de cair e não ter uma viva alma passando para ajudar (era uma rua sem saída), ou pior, um assaltante (Valparaíso não é muito santa em termos de segurança, principalmente à noite). Alias, dizem que a noite de Valparaíso é um espetáculo, mas perigosa, convém se informar antes de se aventurar. Preferi um passeio diurno de 2 ou 3 horas, mais seguro e não afetaria meu retorno no dia seguinte.

6ª etapa (3ª do destino), o retorno pela Cordilheira, voltando a contemplar e sentir novamente a magia do lugar, com mais algumas fotos e muita meditação (parar de pensar para simplesmente contemplar), sentindo o lugar, as energias, as sensações e nada mais, nada mais mesmo.

7ª etapa (1ª da volta), chegar em La Paz: Ainda no dia da etapa anterior, objetivava chegar a La Paz, província de Mendoza, para poder, no dia seguinte alcançar o moto encontro de Carcaraña. E consegui chegar a La Paz, como planejado.

8º etapa (2ª da volta), chegar a Carcaranã: Fica a cerca de 45 Km de Rosario, província de Santa Fé. Ali estava iniciando o moto encontro da cidade, com muita gente boa.

9ª etapa (3ª da volta), aproveitar o moto encontro e algumas ótimas companhias em Carcaraña: Foi maravilhoso e valeu mesmo a pena, vi novamente o Javier da Galvez e o conheci o Gitano de Victoria, ambos consejeros da HSF em suas províncias. Além de encontrar uruguayos conhecidos por aqui, que me acompanharam na volta pra casa.

10º etapa (4ª da volta), aproveitar a galera: No domingo, voltando do moto encontro para casa, como todos, andamos pouco mais de 100 Km até Victoria (pertinho de Rosario), e ficamos o resto do dia na casa do Gitano. Pegamos alguma chuva, nada de mais, mas foi um passeio muito gostoso e a estadia na casa do "Hermano" (como dizemos na HSF/ISF) foi impagável, de um valor especial.

11ª etapa, PARA CASA: Eu e Seu Coraza fomos até Artigas, onde pernoitamos na AMA (Amigos Motociclistas de Artigas) e chegamos bem na noite da primeira festa de aniversário comemorada por um(a) integrante deles, ou seja, um ótimo preságio a todos! A festa foi muito agradável, valeu mesmo gurizada!!! No dia seguinte seguimos viagem, fiquei em Livramento (fim da minha peregrinação) e Seu Coraza seguiu para Melo.

Pode ser que, com o tempo, complete este post com mais alguns comentários...

LISTA DAS POSTAGENS (todas com fotos):
Valparaíso, Chile (saindo...)
Rumo a Valparaiso, 1º dia
Rapidinho... (2º, 3º e 4º dia)
Rumo a Valparaiso, 2º dia (em Paysandú)
Rumo a Valparaiso, 3º e 4º dias
Rumo a Valparaiso, 5º e 6º dias (A CORDILHEIRA)
Rumo a Valparaíso, 7º dia, DESTINO ALCANÇADO
Rumo a Valpasaíso, 8º dia, VOLTANDO PELA CORDILHEIRA
Rumo a Valpasaíso, 9º dia e prévea do 10º.
Rumo a Valparaíso, fim 10º dia e 11º dia
Rapidinho... em casa!
Rumo a Valparaíso, EM CASA (janta 11ª dia + 12º e 13º dias)

Um videozinho de 41 segundos que gravei durante a travessia da cordilheira:

Agora, uma pequena mostra das fotos que foram publicadas durante a viagem...

Iniciando a viagem:

Grandes amigos reencontrei e encontrei em Paisandú!!!




Chegando em Galvez, província de Santa Fé, Argentina:

 Em Galvez, província de Santa Fé, Argentina:

(Alfajores caseiros deliciosos recém preparados pela Celília em Galvez...)




Seguindo adiante...



Passeio em Mendoza:



A caminho da Cordilheira dos Andes:






Em Viña del Mar e Valpasaíso:








Voltando...



























Entrando no Uruguay...










Amigos Motociclistas de Artigas:




Último dia...